HIDROSSEMEADURA
Expecificações:

Consiste em uma mistura de sementes, adubos minerais, massa orgânica, mulch e adesivos, que são colocadas no caminhão de hidrossemeadura, e por uma mangueira o jateamento desta mistura é processado utilizando a água como veículo.

Indicado para proteção contra o efeito dos agentes erosivos, processos de mobilização e carreamento de partículas em áreas recém-terraplenadas, taludes de corte e aterro de baixa declividade, áreas com recobrimento da vegetação deficiente e quaisquer superfícies de solo desprotegidas.

A hidrossemeadura é também o processo mais adequado para a aplicação de sementes e demais insumos no processo de implantação das biomantas nos projetos de bioengenharia, sempre que esta aplicação não ocorra em períodos de seca prolongada, salvo recomendação técnica contrária.

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

A hidrossemeadura é realizada após as etapas de acerto e regularização do terreno e de abertura das covas. Consiste nas operações de preparo do material (ou da mistura) e sua aplicação.

Irrigação e a adubação são realizadas mediante análise e exigência do projeto.

A mistura a ser aplicada será dimensionada para 6.000 litros de água, correspondente à carga de aplicação para 1.000 m2 de superfície de talude.

Será empregado equipamento de hidrossemeadura, cujo aspecto externo é de um caminhão-pipa convencional, com as seguintes características:

Um eixo girador (agitador) com palhetas em seu interior, com a finalidade de agitar e homogeneizar a mistura;
Uma bomba rotativa de alta pressão, de 2.500 rpm, de rotor aberto.

MATERIAL UTILIZADO

Conforme a tabela 4, segue a proporção da mistura utilizada na hidrossemeadura.

A seleção das espécies (das famílias das gramíneas e leguminosas) baseia-se em critérios de adaptabilidade edafoclimática, rusticidade, capacidade de reprodução, perfilhamento, velocidade de crescimento e facilidade de obtenção de sementes.

Tabela 4 – Mistura empregada na hidrossemeadura: